SWR XVI - Rescaldo

Secção exclusiva para divulgação de toda a informação relativa a este festival de culto.

Moderadores: necroterrorist, Tiago_Lemos

Avatar do Utilizador
Enigma
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 4514
Registado: quarta set 26, 2007 3:48 pm

SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Enigma » sexta abr 26, 2013 3:55 pm

Fica desde já aberto o tópico.

Desde já fica a nota muito positiva para terem regado o piso antes dos concertos! A poeira foi assim reduzida significativamente o que se agradece. :D

Fica aqui um breve comentário acerca das bandas que vi em cada um dos dias deste grande festival!
Dia 1
Ascetic – início das atuações no palco 3 com esta banda australiana que tem andado em tour com os seus compatriotas Heirs (estes sim, tive pena de não os ter visto neste mesmo palco devido à sobreposição com Cryptopsy). Têm um som razoavelmente interessante e até foi uma atuação agradável com alguns bons momentos.

The Way of Purity – Primeira banda a tocar num dos palcos principais e não gostei. Praticam um estilo que não me diz nada e a atuação em si também não me cativou, super cliché com a moça aos berros, aparentemente com muita intensidade mas de música propriamente dita foi pobre. O som também não estava grande coisa. Aproveitei para dar um salto às bandas de merchandise, comprar a t’shirt do SWR da praxe, o Fausstian Echoes dos Agalloch e o Monolith of Inhumanity dos Cattle Decapitation.

Fen – Excelente! Pena o set bastante curto – cerca de 30 minutos – que só deu para tocarem 4 temas que percorreram, se bem me lembro, os três álbuns da discografia. O som também me pareceu que podia estar um pouco melhor, mas ainda assim deram um excelente concerto que me deixou água na boca para os ver em nome próprio (nem que seja a abrir para outra banda, mas que tenham pelo menos mais tempo para tocar).

Decrepit Birth – Tal como os Fen, também não tinham muito tempo para tocar mas, para piorar um pouco as coisas, não o aproveitaram muito bem, pois podiam claramente ter tocado mais um tema, pois ainda se teve de esperar um bocadito por Pneuma no palco 2 (e mesmo assim até começaram uns minutos antes do previsto). Dito isto, gostei da descarga de brutalidade e tecnicismo com que nos brindaram – destacando-se as malhas Diminishing Between Worlds, Symbiosis e a cover Crystal Mountain que soube muito bem a terminar o set! Destaque também para o frontman, grande figura!

Pneuma – não conhecia estes costa riquenhos e fiquei bem agradado com o que vi e ouvi. Boa presença em palco, bons músicos e belas malhas. Quem os puder ver no Side B, aproveite esta oportunidade porque vale bem a pena.

Cattle Decapitation – Concertão! Não foi propriamente uma surpresa para mim, pois já os tinha visto no Porto, aqui há uns anos, numa tour com Gorod. Já nessa altura tinham mostrado bem o poderio ao vivo. Desta vez, e já com o Monolith of Inhumanity na bagagem (que monstro de álbum) deram uma performance tremenda, com uma intensidade incrível. As malhas do último álbum estiveram em grande destaque, pelo que se pôde também comprovar as variações vocais do Travis e (ainda mais) o virtuosismo dos restantes membros. A par dos Agalloch, para mim foi o concerto do dia.

Miss Lava – estavam a jogar fora de casa, eles próprios o referiram durante o concerto, mas tem de se lhes reconhecer boa presença em palco e qualidade naquilo que fazem. Eu que não os oiço dei por bem empregue o tempo que assisti à sua atuação.

Agalloch – Como já referi, a par dos Cattle Decapitation, deram o concerto do dia. A hora que tocaram, sensivelmente, passou num abrir e fechar de olhos. Cada minuto, cada nota até foram sublimes. Primeira vez que os vi ao vivo, e posso dizer que passaram a contar aqui com um fã. Acho que conseguem transpor, mas para melhor ainda, aquilo que de muito bom já fazem em estúdio, sendo essa a razão porque me convenceram por completo, pois já conheço relativamente bem a discografia, e já gostava, mas apenas razoavelmente. O som também esteve impecável o que ajudou bastante a desfrutar ainda melhor do concerto. Que voltem cá depressa em nome próprio que lá estarei.

Akphaezya – Entreteve bem, quanto mais não fosse pela moçoila aos saltos no palco.XD Quanto à música em si, é algo (para não dizer muito) difícil de assimilar por completo logo à primeira, daí dar algum benefício da dúvida pois realmente não foram das melhores propostas do 1º dia de festival.

Cryptopsy – Que brutalidade (literalmente)! Deram um muito bom concerto, com grande intensidade e foi, claramente, de todos os concertos do 1º dia aquele que mais juntou pessoal e que mais movimentação criou nas filas da frente. Provavelmente não os refiro como um dos concertos do dia por uma questão de gosto pessoal pois, de resto, nada se lhes pode apontar de negativo. Destaco o medley que apresentaram já na parte final da atuação em que passaram por algumas malhas mais antigas.

Vulvectomy – Percebo perfeitamente a escolha desta banda para fechar o 1º dia nos palcos principais, logo a seguir a Cryptopsy. E o que é certo é que foi, provavelmente, a banda que mais público teve no palco 2 durante todo o dia. Pessoalmente, foi um concerto que me passou um bocado (grande) ao lado, quer fossem pelos vocals que não me agradam nada, quer mesmo pela música em si, repetitiva e sem grandes atrativos.

Killimanjaro – última banda do dia, mas no palco 3. Só vi as primeiras malhas e pareceu-me bem para fechar o bailarico do 1º dia.

Grande começo de fest. Aguarda-se mais um grande dia hoje com Belphegor, Pentagram, Urfaust, Onslaught,... :jam:
Valfar, ein Windir

Avatar do Utilizador
PesteNegra
Metálico(a) Compulsivo(a)
Mensagens: 428
Registado: quarta out 24, 2007 5:07 pm
Localização: Alto-minho

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor PesteNegra » domingo abr 28, 2013 1:25 pm

jig ai :naughty:
"commited to a life of slavery"

Avatar do Utilizador
CrazyfoX
Metálico(a) Supremo(a)
Mensagens: 794
Registado: quinta jan 10, 2008 10:31 pm
Localização: Valeta

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor CrazyfoX » domingo abr 28, 2013 3:01 pm

PesteNegra Escreveu:jig ai :naughty:

Foi bom? :cry:

Apenas fui ao dia 1. Grande espírito, como é hábito, entre festivaleiros e grandes concertos. A destacar Cattle Decapitation (Aquele Travis), Agalloch (Fui lá por eles, e que deliciado que fiquei. No entanto, set demasiado curto e nem uma música do The Mantle?!?!?! :evil:), Cryptopsy, Heirs (não conhecia, e que grande surpresa. Não me arrependi nada de ter saído a meio de Cryp para os ir ver. Ao vivo soam muito melhor do que em estúdio, que energia, que trip, que crescendo!) e Kilinmanjaro (a bela da festa do garrafão).

Organização 5* como já vem sendo hábito!

Avatar do Utilizador
Enigma
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 4514
Registado: quarta set 26, 2007 3:48 pm

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Enigma » domingo abr 28, 2013 3:50 pm

Dia 2
The Ransack – bom começo do dia nos palcos principais. Já não os via há muito tempo, precisamente desde uma aparição deles noutra edição do SWR, e pareceram-me iguais a si próprios: coesos, intensos e com boa postura em palco.

Persefone – estes espanhóis, perdão andorrenhos, têm uma sonoridade que é uma autêntica miscelânea de géneros, misturando passagens melódicas com teclados à Dream Theater/Symphony X e outras mais agressivas, a inspirarem-se em bandas prog “modernas”, digamos assim. O problema para mim nem é tanto as partes per si, mas sim o conjunto que se torna um pouco estranho e não combina muito bem. Destaca-se a boa presença em palco e umas partes (especialmente instrumentais, pois as vozes, especialmente os grunhidos não me convenceram muito) bem conseguidas.

Headhunter D. C. – finalmente old school death metal no SWR deste ano! Ainda que inicialmente o som não me parecesse muito bom, estes brasileiros deram um belo concerto, a mostrar o verdadeiro metal da morte!\m/

Onslaught – Concertão! Um dos, senão mesmo o concerto deste dia. Estes tipos não falham, pelo menos de cada vez que os vi (Caos, GDL e agora SWR) em terras lusitanas e já se sabe o que esperar – grandes malhas, energia contagiantes e movimentação constante no público. Desta vez as coisas foram levadas ainda mais além com o apelo para o pessoal se juntar à banda no palco. Foi mesmo a loucura total, ao som de malhões como Metal Forces, Fight with the Beast e Power from Hell. Voltem sempre!

Luctus – para mim foram a grande surpresa do dia! Não os conhecia, nem sequer de nome, antes de se saber o cartaz do SWR e acabei por não ter tempo de ouvir uma malha deles, pelo menos. Black/Thrash à maneira, com um feeling excelente, que fizeram o melhor concerto do palco 2 neste dia. Ainda por cima, colocados logo a seguir a Onslaught, foi o digestivo perfeito para a atuação de Onslaught.\m/

Belphegor – finalmente revejo estes austríacos após o Caos de 2008. Excelente setlist, que passou não apenas pelas malhas mais emblemáticas dos últimos álbuns – In Blood – Devour This Sanctity, Rise to Fall and Fall to Rise, Justine: Soaked in Blood, e a fechar a já mítica Bondage Goat Zombie – como também apresentaram alguns temas mais antigos como Lucifes Incestus e Diaboli Virtus In Lumbar Est. Excelente concerto que mostrou que o Helmuth está de volta e em grande forma, tal como a restante banda.

Urfaust – tinha imensa curiosidade em ver esta banda ao vivo, essencialmente para ver como funcionaria ao vivo este tipo de som, bem como a sua presença em palco. Apenas baterista e frontman (força de expressão, já que de front teria pouco.) criaram um ambiente ritualista e minimal bastante interessante e que se constituiu como uma proposta no cartaz bastante pertinente pela sua originalidade. Terminaram a atuação de uma forma um pouco abrupta pois parecia que o vocalista não tinha percebido que tinham mesmo de terminar. Assim, o baterista teve de parar de tocar e sair.lol

Pentagram – Acho que é mais um daqueles concertos que vai ficar registado na história do SWR, quer seja pela importância/história da banda em si, pelo carisma indiscutível do Liebling e pelo próprio excelente desempenho da banda, a provar que velho(s) são os trapos! Mesmo para alguém que é apenas um ouvinte ocasional de Pentagram, a atitude e som da banda foram contagiantes.

Beneath – Após uma banda lituana (Luctus), uma banda islandesa no SWR. Deram um bom concerto e, fazendo uma comparação com os Vulvectomy, foram bem melhores. O baterista, que mais parecia um puto, dava-lhe bem!

Jig- Ai – A puta da loucura a fechar as atuações no palco 1. Estes checos partiram a loiça toda, com a grande ajuda, diga-se de passagem, do público que estava em delírio completo.

Dementia 13 – Uma das bandas que mais aguardava ver neste segundo dia do SWR. E valeu bem a espera quase até às 3h. É simplesmente delicioso ouvir os 4 malhões do EP (que me prontifiquei a adquirir no final do concerto – acho que qualquer apreciador de death metal o deverá fazer, não apenas naquela de “vá, vamos ajudar a banda”, mas sim porque este EP é mesmo muito bom!) e também algumas covers – destaco a de Grangena, tanto pela malha como pela justa homenagem a um nome grande do death metal nacional.\m/ Com esta qualidade aposto que se tudo correr pelo melhor para as próximas edições do fest já tocarão num dos palcos principais (e de preferência já com o álbum de estreia lançado).
Valfar, ein Windir

Avatar do Utilizador
PesteNegra
Metálico(a) Compulsivo(a)
Mensagens: 428
Registado: quarta out 24, 2007 5:07 pm
Localização: Alto-minho

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor PesteNegra » domingo abr 28, 2013 4:47 pm

CrazyfoX Escreveu:
PesteNegra Escreveu:jig ai :naughty:

Foi bom?


muito 8)
"commited to a life of slavery"

Avatar do Utilizador
Enigma
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 4514
Registado: quarta set 26, 2007 3:48 pm

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Enigma » domingo abr 28, 2013 5:06 pm

Dia 3
Zombiefication – dia de bandas no palco 2, coube a estes mexicanos ser a primeira a atuar. Gostei razoavelmente, sem ser nada por aí além. Death metal razoável.

Dead Beyond Buried – 1º banda do palco 1 e, provavelmente, a que menos gostei em todo o dia. É mesmo uma questão de gosto, este tipo de death metal “moderno” não me diz nada. Boa altura para novas compras de cd’s.

Piraña – devido ao cancelamento de Antaeus, passaram para o palco 2. E ainda bem, banda bem porreira de thrash metal. Comparativamente aos seus compatriotas Zombiefication, gostei mais de Piraña. Gostei da tirada do vocals acerca de qual é a pior coisa que o México: “estar muy cerco de EUA. Fuck gringos!”.ahah

Heavenwood – concerto um bocado (muito?) morno. A sonoridade da banda, a escassa presença de público (algumas bandas no palco 2 tiveram bem mais gente) e a própria postura do vocals, pouco dado a interacção com o público foram factores que influenciaram negativamente a atuação.

Balmog – primeira das duas bandas espanholas a atuar. Black metal ortodoxo, teve momentos bons, no geral não passou do razoável. Os seus congéneres estiveram melhor.

Secrets of the Moon – Uma das bandas que mais queria ver nesta edição do SWR. E foi magistral! Que viagem sonora fantástica. Grande atmosfera que conseguiram criar durante o set que deu apenas para tocarem 6 temas. Desempenho musical irrepreensível, estão no top da sua forma. Muito bom. Isto cá em concerto próprio é que era!

Primigenium – como referi, gostei bem mais dos Primigenium que dos Balmog. Excelente prestação, com grande intensidade foram um das duas melhores bandas do dia no palco 2. Tal como Luctus, banda a seguir com atenção por estes lados.

Manilla Road – belo concerto de heavy metal! Excelente postura, belas malhas (a parte final do set foi mesmo muito boa) e, menção muito especial para o Mark Shelton. Grande senhor!\m/

Black Bombaim – my bad que nunca os tinha ouvido antes do festival, conhecendo apenas de nome. Fiquei siderado com estes músicos! Simplesmente espectacular! Deixou-me de queixo caído não apenas a capacidade de execução de cada músico, como particularmente pela coesão demonstrada entre si. Banda que vou passar a seguir com atenção.

Possessed – Concerto do fest e está tudo dito! Ver esta banda ao vivo (melhor será dizer, ver o Jeff num palco) e ouvir tantas malhas míticas ao vivo vai ser daquelas coisas para perdurar na memória de todos os que estiveram presentes. Concerto que teve direito a dois encores e que foi bem para lá da 1h prevista do costume. Grande atitude de toda a banda, com destaque para o grande Jeff. Grande senhor! Que venha depressa o novo álbum, que ontem já ficámos com um cheirinho da coisa. DEATH METAL!

SCD – confesso que, por estar ainda a recuperar de todas as emoções de Possessed, este concerto me passou um bocadinho ao lado. Ainda assim, deu para ver que foi sempre a abrir e com o pessoal em grandes movimentações lá pela frente.

Mata-Ratos – a surpresa guardada (eu pelo menos não sabia, não sei se terão divulgado no facebook nos últimos dias) pela organização para substituir Malignant Tumour. E pode-se dizer que foi aposta ganha, como seria de esperar. Grande bailarico ao som de muitas malhas que toda a gente já sabe de cor.

Internal Suffering – última banda do fest (nos palcos principais), foi a estocada final para os últimos resistentes. Estes colombianos dão-lhe bem forte!
Nota final para realçar a excelente organização, para o excelente espírito e convívio que se vive neste fest.
E até ao SWR XVII! :metal:
Valfar, ein Windir

Avatar do Utilizador
Covenant
Metálico(a) Supremo(a)
Mensagens: 710
Registado: quinta jan 11, 2007 1:41 am
Localização: Vivo em Ponte de Lima! Uh uh alegria... NOT!
Contacto:

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Covenant » domingo abr 28, 2013 6:57 pm

A melhor cena foram as futeboladas. Tanto do torneio entre o pessoal do fest como do jogo dos juniores do Barroselas.
[mode pita ON]EuH sOUh mESmuH fOfUh! LoooOOoOOlolooLOLOloOlOoL![mode pita OFF]

Imagem

Avatar do Utilizador
Audiokollaps
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 1215
Registado: sábado dez 13, 2008 9:37 pm

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Audiokollaps » domingo abr 28, 2013 7:09 pm

Fui a Barroselas essencialmente por 4 bandas:

FEN - Um concerto morno, mas competente.
Agalloch - Bom concerto, conseguiram criar um bom clima ao vivo.
HEIRS - Bem melhores que muitas bandas "a pagar".

Negura Bunget - previamente cancelados.

O ambiente estava morno.
Número de festivaleiros a diminuir consideravelmente (penso eu...)
Cerveja extremamente cara (Valeram os 2 litros consumidos durante o jogo do Glorioso na pizzaria)
Cartaz deste ano foi o mais fraquinho, desde que me lembro.
Avizinham-se tempos difíceis para o Barroselas, com os preços de tudo a aumentar e a qualidade do cartaz a diminuir.

Alba
Metálico(a) Supremo(a)
Mensagens: 856
Registado: sexta ago 03, 2007 1:32 am
Contacto:

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Alba » domingo abr 28, 2013 9:21 pm

O melhor festival feito em Portugal! Até para o ano :cheers:
VINYL * CD * DVD...@ http://albaqubra.blogspot.com/

Avatar do Utilizador
emperor
Participante Compulsivo(a)
Mensagens: 103
Registado: quinta set 07, 2006 12:07 pm
Contacto:

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor emperor » domingo abr 28, 2013 10:24 pm

Bandas do festival : Urfaust, Fen, Agalloch, Possessed.
O cartaz este ano fui muito fraco, bandas canceladas em cima da hora( antaeus), preco da cerveja a 1.80 (SIC), cada vez menos gente, prevejo dias dificil para o festival, comparado com o ano passado, ficou a anos luz. Para o ano não me apanham lá... :(

Avatar do Utilizador
Enigma
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 4514
Registado: quarta set 26, 2007 3:48 pm

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Enigma » domingo abr 28, 2013 10:28 pm

Só por curiosidade: já dizes que não vais sem sequer saberes o cartaz do próximo ano?

Alba Escreveu:O melhor festival feito em Portugal! Até para o ano :cheers:

Nem mais. :cheers:
Valfar, ein Windir

Avatar do Utilizador
Onesolo
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 2551
Registado: domingo abr 11, 2004 1:52 am
Localização: Almada
Contacto:

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Onesolo » domingo abr 28, 2013 11:04 pm

Bom, so fui ao primeiro dia, por causa de agalloch... e bom... foi lindo de morrer mas obviamente pra ver 50min deles assim tao longe ja n volto a repetir... caramba pq nao fui a madrid... nem tocaram a not unlike the waves... filhosdp...
Bem sei q o espaço do fest é reduzido, mas q tal, no futuro ter-se um espaço maiorzito pra se poder ter os 2 palcos a funcionar ao mesmo tempo?? como se costuma fazer la fora... tipo sempre daria mais tempo às bandas pra tocarem...


Quanto ao fest, cerveja cara como tudo... e quase ng vendia à parte...

E que tal voltarem a fazer um fest fora da barraca, sim aquilo quase parecia q tavamos dentro duma barraca... nao, pera, uma barraca de ciganos tem melhores condições q aquilo... parecia q tava num toural... a serio... se é por causa do frio, eu sei q ali em abril mtas das vezes parece q tamos de inverno... mas... e la fora noutros paises da europa?? nesses paises no verao mtas das vezes parece outono/inverno... ainda qd fui ver Paradise Lost no GSM, epah ripei um frio (tb por parvoice minha) mas um fest "ao ar livre" ganha outra cor
acho q barroselas perde mto em tar dentro de umas tendas todas fechadas... principalmente pq sabemos q o norte do pais tem grandes landscapes...
"I've tried so hard to become human but all I feel is regret
inside this empty shell we're all so afraid of what we've become"
Follow me http://twitter.com/one_solo

Avatar do Utilizador
Sanguessuga
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 5059
Registado: quarta mai 07, 2008 10:12 am
Localização: somewhere,anywere...
Contacto:

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Sanguessuga » domingo abr 28, 2013 11:10 pm

Vou fazer um pequeno rescaldo das bandas que vi,so fui dia 25,pois nao podia ficar ate á noite de hoje,domingo,infelizmente,perdi grandes bandas que gostava de ver :cry:

.Nao achei grande coisa,nao dei muita atençao,tive a conviver,lol.
01:00 stage #2 VULVECTOMY-grande banda de Slam,curti forte,3 elementos,faltando o baterista...mas foi grande bailarico :metal:

23:55 stage #1 CRYPTOPSY -banda da noite :metal: ! O vocalista puxou bem pelo publico,som muito bom,mosh mesmo brutal,ate me puxou a ir :twisted:
23:15 stage #2 AKPHAEZYA-fui ver um pouco,nao prestei grande atençao
22:25 stage #1 AGALLOCH -not bad
CATTLE DECAPITATION-brutalidade|que jarda do crl,estes senhores,grande tecnica,bom som,a abteria quese extremecia o chao todo :lol: grande concerto,sem duvida.
19:40 stage #1 DECREPIT BIRTH -curti,bom som,tecnica q.b., pen ter sabido a pouco,tocaram praticamente o ultimo album todo,apenas um tema do segundo e uma cover de Death... :roll: conclusao: Pouco tempo em palco e nao se esperado muito.

Avatar do Utilizador
emperor
Participante Compulsivo(a)
Mensagens: 103
Registado: quinta set 07, 2006 12:07 pm
Contacto:

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor emperor » domingo abr 28, 2013 11:19 pm

Enigma Escreveu:Só por curiosidade: já dizes que não vais sem sequer saberes o cartaz do próximo ano?

Alba Escreveu:O melhor festival feito em Portugal! Até para o ano :cheers:

Nem mais. :cheers:


Achas que vou fazer 400 km, gasolina + estadia, para ver 2 ou 3 bandas, cerveja cara como caralho???? com o dinheiro que gastei, ia a um bom festival na europa ....Muito mau mesmo, foste lá?????

Avatar do Utilizador
Tojo Bravo
Metálico(a) Compulsivo(a)
Mensagens: 268
Registado: sábado mai 02, 2009 10:18 am
Localização: Bracara
Contacto:

Re: SWR XVI - Rescaldo

Mensagempor Tojo Bravo » domingo abr 28, 2013 11:34 pm

emperor Escreveu:
Enigma Escreveu:Só por curiosidade: já dizes que não vais sem sequer saberes o cartaz do próximo ano?

Alba Escreveu:O melhor festival feito em Portugal! Até para o ano :cheers:

Nem mais. :cheers:


Achas que vou fazer 400 km, gasolina + estadia, para ver 2 ou 3 bandas, cerveja cara como caralho???? com o dinheiro que gastei, ia a um bom festival na europa ....Muito mau mesmo, foste lá?????


Faz boa viagem. Que bebas muita cerveja, que é o que se leva da vida.
hino à nossa luta!


Voltar para “Steel Warriors' Rebellion - Barroselas Metalfest”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes