Oddland - The Treachery of Senses (2012)

Avatar do Utilizador
ticks
Participante
Mensagens: 44
Registado: segunda jun 10, 2013 12:19 am
Contacto:

Oddland - The Treachery of Senses (2012)

Mensagempor ticks » quarta out 30, 2013 2:42 am

Imagem
Oriundos de Turku, Finlândia, este quarteto venceu em 2011 o "Suomi Metal Star", competição que decorreu na Finnish Metal Expo. Foi então que depois de tal feito, assinaram contrato com a Century Media Records. Depois de terem gravado três demos após a sua formação em 2003, é somente em 2012 que surgem com o seu debut.
O som praticado por estes rapazes nórdicos pode muito bem ser generalizadamente rotulado de metal progressivo, algo que lhes assenta na perfeição. Se quisermos ir ao microscópio, digamos que por aqui existem vários laivos oriundos de várias influências. Desde logo, na abertura do álbum, nota-se um ritmo crunchy e balançado a soar a uns Meshuggah, sem que necessariamente sejam os suecos. Ora, pelo resto da viagem, irão encontrar referências a uns Pain of Salvation, Tool, Riverside ou até mesmo uns Nevermore. Obviamente só para citar alguns exemplos mais notáveis e orelhudos à primeira audição. Não existem guturais, existe sim muita alma brotada pelo vocalista, que tem uma áurea harmonizada com o poder hipnotizante das guitarras e os ritmos prog bem técnicos e executados da bateria. O baixo é cheio e envolvente, e pelo meio há pormenores deliciosos no que toca a alguns clichés progressivos que farão as delicias dos fan-boys. Leads, solos e contratempos também fazem parte da receita sonora do espectro, que ora tem partes intensas, ora tem partes mais dreamy. Um misto de passagens que se digerem bem para quem já conhece estes sons de atmosfera alternada.
Boa produção, bom som, boa técnica execucional e composições bem conseguidas. No overall, nada de puramente original, lógico, mas o resultado final é interessante sem soar a deslumbrante. É daqueles álbuns que não vão para o altar mas que se pode rezar de vez em quando tendo em vista o ritual acima da média que estes finlandeses conseguiram com este cd. Uma estreia bastante competente no saturado progressive metal scene.
tickSound... the real one.

Voltar para “Arquivo 2013”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante